Menu

Ressonância Magnética das Mamas

Regiões estudadas:

  • Mamas

Principais indicações:

As indicações mais precisas do método, como rastreio, são em pacientes de alto risco para câncer da mama. Neste grupo incluímos:

  • História pessoal de câncer de mama;
  • História familiar em parentes de primeiro grau na pré-menopausa;
  • Portadoras de mutações nos genes BRCA 1 e 2 (marcadores genéticos de alguns tipos de câncer, principalmente de mama);
  • Pacientes tratadas com radioterapia no tórax entre 10 e 30 anos.

Em relação ao diagnóstico, são consideradas as seguintes situações:

  • Casos não conclusivos por Ultrassonografia e Mamografia;
  • Planejamento terapêutico;
  • Complicações de próteses e implantes mamários;
  • Avaliação das respostas à quimioterapia neoadjuvante;
  • Casos de carcinoma oculto.

 

IMPORTANTE SABER: A Ressonância Magnética é um excelente exame que serve tanto para detecção precoce (rastreamento) quanto para diagnóstico das doenças mamárias.

Devido a sua elevada capacidade diagnóstica, seu uso se torna cada vez mais frequente nos dias de hoje.

A importância já estabelecida da RM, quando bem indicada, NÃO exclui a realização dos outros exames convencionais de imagem no rastreamento e diagnóstico do câncer de mama (mamografia e ultrassonografia). Portanto, em nenhuma hipótese esse método deverá ser realizado isoladamente.